Ir para o conteúdo
FEDERAÇÃO DAS COOPERATIVAS DE ENERGIA,
TELEFONIA E DESENVOLVIMENTO RURAL
DO RIO GRANDE DO SUL

Notícias

Terceira etapa do Energia Forte no Campo prevê investimentos R$ 31 milhões na área de atuação da Coprel

30 de Maio de 2022

A cooperativa teve 82 projetos de novas redes trifásicas aprovados pelo Governo do Estado

Apoiar o desenvolvimento das regiões e o crescimento das atividades rurais é um dos objetivos da Coprel, que está sempre investindo em melhorias e expansão do sistema elétrico e participando de programas que visam aumentar a disponibilidade de energia para as famílias rurais. Por meio do Programa Energia Forte no Campo, que chega em 2022 na terceira etapa, a Coprel teve 82 projetos aprovados junto ao Governo do Estado para a construção de novas redes trifásicas. O anúncio aconteceu nesta sexta-feira, dia 27 de maio, em reunião realizada pelo Comitê do Programa Energia Forte no Campo.

Estiveram presentes na reunião virtual do lançamento da terceira etapa do programa a equipe da Fecoergs, integrantes das seis cooperativas de energia do Rio Grande do Sul envolvidas, secretário estadual de Agricultura, Domingos Velho Lopes, o diretor geral da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Infraestrutura, José Nosvitz, e a secretária do Meio Ambiente e Infraestrutura, Marjorie Kauffmann.

A terceira etapa do programa contará com 128 projetos distribuídos entre os associados de seis cooperativas do estado: Coprel, Certel, Certaja, Cosel, Certhil e Coopernorte. Deste número, 82 são projetos de novas redes trifásicas para cooperantes da Coprel, envolvendo 38 municípios. O investimento total na área de atuação da Coprel na terceira etapa será de R$ 31.489.133,74. Deste valor, R$6.297.826,75 são provenientes da participação do Governo do Estado.

Os projetos contemplados no programa Energia Forte no Campo têm um subsídio de 20% do governo do estado, 10% de participação dos municípios e 70% do valor é pago pela Coprel e produtores rurais. 

A parceria entre o Estado, prefeituras e cooperativas viabiliza obras que antes, apenas com recursos próprios não era possível. Estamos ajudando a aumentar a quantidade de redes trifásicas no interior, que é um desafio em todo o estado. Isso melhora as condições de expansão das propriedades rurais”, destaca o presidente da Coprel, Jânio Vital Stefanello.

Em todo o meio rural do Rio Grande do Sul, serão construídos 441 quilômetros de rede trifásica, garantindo maior robustez no sistema elétrico e energia de qualidade (Coprel – 30.05.2022)